cera lanette

Todas esas demás cosillas que nos gusta ponerle al jabón o a otros productos cosméticos.
nandasica
incipiente
Mensajes: 28
Registrado: 24 Ago 2010 14:18
Ubicación: Toledo

Cera Lanette N - Información

Mensaje por nandasica » 17 Feb 2011 09:58

Hola,

Cuando hice el curso de cosmética una de las indicaciones de emulsionante para las cremas era la cera lanette N, se habló que era un ingrediente natural y que no contenía derivados del petroleo. Pero en el foro todo que se habla de la cera lanette es que es muy mala, entonces como ya estaba muy mosqueada busqué las característica de ese producto.

Llamé a Manuel Riesgo (donde compré la cera lanette N) y pedí los datos:

INCI: cetearyl alcohol (and) sodium cetearyl sulfate

Pues buscando por internet una sorpresa: esa cera es de origen natural, no contiene derivados del petroleo, puede irritar levemente la piel y los ojos solamente a los que tienen sensibilidad a la sustancia y es una cera aprobada por el ECOCERT para cosméticos naturales y orgánicos.

Lo que sí me defraudó es que sí puede contener ingredientes de origen animal, aunque en el curso que hice se dijo que era 100% vegetal.

Conclusión: es una cera segura para hacer cremas.

Un saludo.
Moni
habitual
Mensajes: 434
Registrado: 25 Oct 2010 23:19
Ubicación: Minas Gerais, Brasil

Re: cera lanette

Mensaje por Moni » 17 Feb 2011 12:36

INCI Name: Cetearyl Alcohol / Sodium Cetearyl Sulf.
No CAS: 67762-27-0, 68955-20-4
Fórmula: S.D
Peso Molecular: S.D
PROPRIEDADES
Lanette N é uma dispersão coloidal composta por 90 partes de álcool graxo e 10 partes de tensoativo; é
uma cera auto-emulsionante para fabricação de cremes aniônicos.
Quando fundido e acrescido de água, forma emulsão o/a estável na qual podem ser incorporados
emolientes, umectantes, hidratantes e outros ativos cosméticos para enriquecer o tratamento
dermatológico. Lanette N confere emoliência e suavidade à pele.
Produtos como filtros solares (Neo Heliopans), Radizen A, Collagen Cosmetic e Elastina são excelentes
sugestões para incrementar formulações contendo Lanette N. Outros ingredientes como Fomblin, NET FS,
PP-2, silicones (SF 1204, 1214 e 96-350) e vitaminas nutritivas criam associações igualmente efetivas.
Lanette N é uma cera de fácil preparo e manuseio, não trazendo transtornos para o manipulador. É
largamente utilizada nas farmácias de manipulação com grande aceitação pelos médicos e consumidores
finais.
INCOMPATIBILIDADES
Lanette N forma emulsões de carga negativa. Produtos de carga positiva podem quebrar a formulação,
dependendo da concentração utilizada. Por isso é incompatível com ácidos orgânicos fortes, porque
reduzem bruscamente o pH do meio.
Observação: Devido à sua carga negativa, Lanette N é uma boa opção para estabilizar formulações
contendo Hidroquinona.
DOSAGEM / CONCENTRAÇÃO USUAL
Pode ser usado de 8 a 20% para formar emulsões cremosas ou fluidas.
Concentrações entre 8 a 12% formam emulsões fluidas. Já a faixa de 12 a 20% forma emulsões de
consistência cremosa.
NOTA: Não é necessário fazer conversão.
ARMAZENAMENTO
Acondicionar em recipiente hermético, ao abrigo da umidade, do calor e da luz solar direta.

História das Ceras Auto-Emulsificantes.

Anthony L. L. Hunting. Micelle Press, Londres, Inglaterra.

As ceras auto-emulsificantes não são ceras, mas misturas sólidas de ingredientes usados no preparo de emulsões estáveis que possuem aparência cerosa. Existem poucas ceras auto-emulsificantes liquidas que são usadas em cosméticos, mas em outras áreas de aplicação os "óleos-solúveis", sistemas auto- emulsionáveis líquido predominam. As ceras auto-emulsificantes são compostas de dois componentes: o tensoativo e o emulsificante, e o material graxo que e, em geral, um álcool graxo.

A parte tensoativo pode ser constituída de uma ou mais substancias diferentes. A origem das ceras auto-emulsificantes remonta a década de 1920, quando foi apresentada a linha Tegin e Teginacid; em 1930 foi lançada a Lanette Wax; em 1939 Redgrove descreveu o uso de alcoóis graxos de cadeia mais longa na fabricação de bases para creme e em 1940 o seu usa foi descrito no clássico artigo de Schulman e Cockbain. São descritos os seguintes itens mais detalhadamente:

Ceras Tipo Tegin: O uso do monoestearato de glicerina como emulsificante e bastante antigo e a sua fabricação é simples.

Ceras Lanette: A primeira cera Lanette SX era originalmente composta de álcool cetoestearilico com lauril sulfato de sódio. Este produto teve sucesso imediato nas indústrias cosmética e farmacêutica da Alemanha, permitindo a obtenção de cremes estáveis.

O autor descreve três métodos de preparação de ceras tipo Lanette e também as formas destas ceras que são descritas na Farmacopéia Alemã, na Farmacopéia Britânica e no dicionário da CTFA.

Ceras Não Iônicas: O uso de ceras emulsificantes não iônicas solucionam certos problemas que surgem no usa do sabão como emulsificante e o seu desenvolvimento e de 1954 (BP Codex). É um produto extremamente estável e são exemplificados alguns ingredientes que podem ser usados na preparação destas ceras não iônicas.

Ceras Emulsificantes NP É uma cera auto-emulsificante não iônica desenvolvida originalmente pela Croda sob o nome de Polawax. Mas, existe uma monografia no National Formulary (NF) que descreve a preparação de uma cera deste tipo a partir de polissorbato e álcool cetilestearilico. O emprego de vários polissorbatos resulta num grande numero de compostos chamados de ceras emulsificantes NF.

HLB: O autor discute os valores de HLB dos sistemas auto-emulsificantes apresentado anteriormente.

Ceras Catiônicas: São mencionados aqui a cera Cetrimide (existente no BPC de 1973) e Lanion 28 e duas outras baseadas no Quaternium 19 (CTFA). A aplicação destas ceras catiônicas e, principalmente, em rinses.

Ceras Naturais: As ceras que não se enquadram no tipo Lanette ou tipo Tegin podem ser fabricadas a partir da mistura de um tensoativo com um álcool graxo disponível. Além disto, existe uma técnica especial para o preparo de ceras auto-emulsificantes a partir de ceras naturais. São descritos produtos obtidos com espermacete, lanolina, óleo de jojoba, cera de abelha, lecitina e clara de ovo.

Emulsificantes Água-em-Óleo: Os ingredientes descritos anteriormente são tidos como emulsificantes óleo em água. As ceras emulsificantes água em óleo baseiam-se geralmente em lanolina e as misturas de ingredientes são descritas como bases de absorção.

As ceras auto-emulsificantes de hoje, comparado ao usa separado de tensoativos e de alcoóis graxos, apresentam grande vantagem no preparo de sistemas de emulsões

:beso: Moni
Responder

¿Quién está conectado?

Usuarios navegando por este Foro: No hay usuarios registrados visitando el Foro y 0 invitados